Mais uma sarada
<div id="fb-root"></div><script src="http://connect.facebook.net/en_US/all.js#appId=185684111450227&xfbml=1"></script><fb:like href="http://maisumasarada.forumotion.com" send="true" width="450" show_faces="true" action="like" font=""></fb:like>


Seja bem vinda(o)
 
InícioPortalCalendárioGaleriaFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seLogin

Compartilhe | 
 

 MOTIVAÇÃO: Frank Mcgrath - A Jornada - parte 10 de 18

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Convidad
Convidado



MensagemAssunto: MOTIVAÇÃO: Frank Mcgrath - A Jornada - parte 10 de 18   Sex Dez 04, 2009 6:57 am

ESTÁ OLHANDO PARA O QUE?”


ALGUMAS PESSOAS QUEREM APENAS OLHAR…
Outras pessoas recebem cartões de saudação cheios de palavras agradáveis. Eu recebo olhares… De todos os tipos, durante o dia todo. É como viver em uma prisão. Diferentes olhares transportam diferentes sentimentos. Alguns são simpáticos. Outros não. Sempre que eu percebo um determinado olhar de um garoto novo no esporte, eu me lembro do passado, como eu costumava andar nesta academia, todas as manhãs. Cada vez, eu parava e olhava através do vidro que separava eu dos caras gigantes treinando com pesos incompreensíveis. Ficava intimidado, mas no fundo, eu sabia que eu pertencia à aquilo. Quando finalmente eu tive coragem de entrar, eu era o último da cadeia alimentar, olhando para cima.
É POR ISSO QUE VOCÊ ESTÁ AQUI?
Hoje, se eu pudesse olhar para trás e ver o meu rosto como sendo aquele jovem que caminhava na academia pela primeira vez, eu vou dizer o que eu vejo. Um pouco de medo misturado com algo maior. Fome… Um rosto queimando de desejo… Um garoto que tinha algo a provar e queria que todo o mundo soubesse. Nos anos entre aquele tempo e hoje eu aprendi algumas coisas. Em primeiro lugar, a única pessoa que você tem algo a provar é para você mesmo. Segundo, você pode ver a vida com o nariz pressionado contra o vidro, ou você pode balançar as portas abertas e entrar.

RESPEITO


As portas fazem barulho e abrem. Você dá um passo para dentro e faz um balanço… Tudo está como deveria estar. Você respira fundo… O ar é rançoso, azedo, familiar. Tal como vinagre e mijo. Sim, você está em casa. **, você ainda tem seu próprio conjunto de chaves para o local. Aqui, não há tempo para besteiras. Não há lugar para colocar seus pés para cima. É calmo – nada além do som de metal com metal. Há muito trabalho a ser feito. Você visualiza como vão ser os próximos setenta minutos. Brutalidade, hostilidade, raiva. Seu pulso acelera. O sangue começa a ferver. É hora de bater o martelo… Então, a pergunta que eu tenho é simples irmãos. Você se sente desta forma toda e cada vez que você entra na academia? Será o fedor do medo e da ansiedade misturado com a excitação que corre através do seu sangue? É assim para mim. Sou um garoto na loja de doces e tudo é grátis…
Na minha academia, eu sou o maior cara lá. Este fato não significa nada para mim ou para qualquer um dos frequentadores regulares. Não importa se algum deles está competindo ou não, aqui há uma irmandade baseada no respeito mútuo. Quando eu entro neste local, ninguém se importa. Se eles me vêem, eles vão me dar uma palavra de motivação, um olhar de reconhecimento, um rápido aceno com a cabeça, e voltam para os seus treinos. Não encaram. Sem expectativas. Entre nós existe uma relação de respeito que somente homens que respeitam o ferro tem. Quando você está encostado em uma pilha de pesos, você não é nada diferente do cara ao seu lado. **, você poderia ser Elvis Presley para todos os pesos – eles não dariam a mínima para quem você é. Eles vão tentar enterrá-lo exatamente da mesma forma. Negócio é negócio e prazer é prazer. Mas nesta loja de doces, negócio é prazer e prazer vem de cuidar dos negócios.

VOCÊ NÃO É UM **


Nós somos vaidosos. Nós somos egocêntricos. Nós gastamos muito tempo olhando para nós mesmos, olhando em espelhos. Aqueles que acreditam nisso não sabem nada. Eles certamente não tem problema quando nos encaram como se fôssemos uma monstruosidade grotesca. **, isso acontece em todo lugar que nós vamos… Vocês sabem do que estou falando irmãos. O mesmo acontece nas academias. Algumas semanas atrás eu disse que estava pensando em mudar de academia. No final, eu não fiz isso. Embora o meu lugar fixo não tenha tudo de que eu preciso agora, é como a minha casa. Existe uma história lá. Então eu decidi treinar em outra academia apenas algumas vezes por semana. Quando estou entrando pelas portas desta academia para treinar lá pela primeira vez, eu juro, foi como se todos tivessem parado o que estavam fazendo para olhar para mim. Recebi alguns olhares que reconheci na hora – respeito e temor. Então, pelo canto do olho eu vi ele… Uma grande figura no alto. Eu o vejo contrair o seu peito, expandir seus ombros. Um grande cara, sem dúvida. Ele lentamente vira para mim e me encara… Percebo que seu olhar é furioso, eu sei muito bem… “Você não é um filho da ** de merda”, ele me disse com o seu olhar duro. **, eu pensei comigo mesmo. Este vai ser um longo dia…

SUPORTE


Sim, esse show tem a sua cota de altos e baixos – mas os altos são provavelmente mais elevados e os baixos são inferiores, com certeza. Para obter algo através deste passeio pela montanha russa chamado fisiculturismo, você precisa de uma sólida estrutura de apoio. Família… Amigos… Uma garota… **, todas estas coisas contribuem para o seu sucesso. Elas mantêm você amarrado, não o deixam desistir. Mas há também um lance que desempenha um grande papel. Para mim, o suporte extra vem com meu tio Keg. Deixe-me dizer sobre tio Keg… Toda semana, eu vou pagar o meu respeito e ele devolve o favor ajudando a me manter nesta jornada. Mas saiba que o tio Keg não é meu tio. Ele é o meu açougueiro e em todos os locais chamam ele assim porque ele trata todos que caminham na sua loja como se fossem seus sobrinhos favoritos. O tio Keg é um cara para cima. Ele sempre separa os melhores cortes para mim… Ainda me lembro da primeira vez que eu estive na sua loja. O tio Keg tinha uma forma de dispensar o óbvio como uma máquina de chicletes dispensa o doce. Ele olhou para mim e sem perder uma batida, disse claramente, “Filho, você vai precisar de muito bife”. Sem perguntas, sem encarar, sem julgamentos. Simples, fácil e descomplicado. Ele me trata como um outro membro da sua extensa família.
Agora eu gostaria de poder dizer o mesmo sobre esta nova academia que comecei… **, a primeira semana que eu estava lá, uma “gostosa” veio até mim enquanto eu estava fazendo stiff, e deixou cair um pedaço de papel em meus pés com o seu número de telefone. Isso não acontece na minha outra academia, foi a primeira coisa que pensei. Quando se trata da academia e do meu quarto de dormir, eu não brinco. Não tenho tempo, mesmo que eu quisesse… Mesmo assim, este pequeno incidente me fez lembrar porque eu costumava usar adereços para manter os outros a uma distância no ginásio – um boné velho puxado para baixo nos meus olhos… Fones de ouvido com a música muito alta… Quando eu era mais jovem, eu até tentei usar óculos no treino para evitar fazer contato visual. Você faria isso, mas é como um convite aberto para as pessoas caminhar até você no meio do treino e fazer um monte de perguntas. Mas você aprende realmente rápido a desviar o olhar quando você chega a este nível. Não me interpretem mal… Eu não tenho problema de falar com pessoas depois que termino o treino, que estou pronto, mas nunca venha falar comigo quando estou no meio de uma série. Esta é a regra
Voltar ao Topo Ir em baixo
Carminha



Mensagens : 152
Pontos : 181
Reputação : 2
Data de inscrição : 24/06/2009
Idade : 37
Localização : Rio de Janeiro

MensagemAssunto: Re: MOTIVAÇÃO: Frank Mcgrath - A Jornada - parte 10 de 18   Seg Dez 14, 2009 6:46 am

Eu queroooooo o 11 !!!!!! rsrsrs...

Aguardando ansiosamente !!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
 
MOTIVAÇÃO: Frank Mcgrath - A Jornada - parte 10 de 18
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» REGULADORES DE VOLTAGEM E PARTE ELÉTRICA
» Limpeza da parte inferior do carro
» Pulverização parte de baixo do carro....recomendável ?
» [Dúvida] Parte aonde poem a chave esta meio solto
» Problemas na minha Nova Ecosport - Parte elétrica e acabamento - Modelo 2013/2014

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Mais uma sarada :: Motivação-
Ir para: